1 de mar de 2017

Insconsciência

Destituído de qualquer valor moral...
A inconsciência. Para que serve a inconsciência?
Inconsciência é mecanicidade. Para que serve a mecanicidade?
Para ser usada. Para ser manobrada.

10 de fev de 2017

Reeducação / pré-conceito

Vemos alguns efeitos e deduzimos a causa, isso é o pré-conceito.
Seria interessante desenvolver uma forma de pensar, ou uma reeducação e uma educação, inicialmente desprovida da provável "certeza" fálica. Inicialmente dedutiva.

7 de fev de 2017

Eras/Gerações/Progresso

Um "bom" propósito... é o natural...
fazer com que a próxima Era seja melhor.
Fazer com que a próxima geração viva melhor e que trabalhe para que a próxima geração seja melhor que a sua e que a anterior...

22 de jan de 2017

31 de mai de 2016

Hábitos

Novamente, dividindo o "mundo" pelo: físico/corpóreo, emocional/sentimental, mental/lógico.
Plenitude cotidiana. Bem-estar cotidiano. Deve ser constante ou algo acima de 85% do tempo durante um dia/noite. Hábitos "Zen". Alimentação e sono são os fundamentos. A saúde é física em primeiro lugar pois, em teoria, é a mais estudada, sendo assim, a mais possível de se alcançar com algum estudo. Seguem os exercícios que devem ser baseados em sua dieta e seu biotipo e talvez por um algum hábito antigo. A parte emocional/sentimental, removendo tudo que é ativado por hormônios, ou por estímulos físicos, está relacionada com a parte mental, quando, digamos, é "saudável". Vou sintetizar a parte mental: ataraxia. Existem muitas formas de se alcançá-la mas cada um deve desenvolver o seu método. O meu, invoco na frase/pergunta: tudo depende de como enxergas o mundo.

23 de mai de 2016

Interessante funcionamento fim/sonho

Revendo algumas anotações, rememorei uma experiência interessante. Durante um sonho, ouço o barulho de algo caindo, um livro, acordo logo em seguida do barulho e o livro cai... novamente?

Isso para mim é um fato sem uma explicação lógica. Como posso ter ouvido o barulho do livro cair no sonho, imediatamente acordo e o livro cai?

A primeira resposta era que outra coisa havia caído mas, na época, descartei essa possibilidade pois tudo estava correto no quarto. A segunda hipótese e é a que mais acredito, foi uma espécie de distorção da percepção do tempo/espaço de alguma parte cerebral durante o sono, onde os sinais, as informações chegam em uma ordem diferente da ocorrida. A terceira hipótese seria um brincadeira, semelhante as de um poltergheist.